Silêncio no cortejo

Destinada às agências funerárias que pretendem diferenciar-se pelo prestígio e cuidado ecológico, este Tesla Model S em versão funerária foi concebida pela Coleman Milne, tornando-se num veículo para silêncio de deslocação na ‘hora da despedida’.

Apesar de ter muitos dos elementos estéticos e técnicos do Model S, este modelo acaba por receber uma outra denominação, chamando-se então Coleman Milne BINZ.E, sendo resultado da parceria entre a Coleman Milne e a alemã BINZ.

Entre as mudanças mais evidentes estão o prolongamento da secção traseira para acomodar um caixão, ficando também mais alto. Já a distância entre eixos foi incrementada para não só oferecer mais espaço a bordo, mas também para dividir melhor o peso total. Aproveitando o espaço disponível abaixo do piso de carga traseiro, há agora espaço para arrumação da necessária carreta, acessível a partir daquela que seria a porta traseira esquerda.

O sistema motriz 100% elétrico foi mantido, o que quer dizer que este modelo consegue acelerar dos zero aos 100 km/h de forma muito rápida, embora seja de crer que esse não seja um requisito essencial para a funerária. Já a autonomia está cifrada pela Coleman Milne em 354 quilómetros, o suficiente para os pequenos cortejos fúnebres a baixa velocidade e em silêncio.

A Coleman Milne oferece ainda outras gamas de modelos convertidos, com base em modelos da Ford e da Mercedes-Benz.

Fonte: Motor 24.pt

Be the first to comment on "Silêncio no cortejo"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*