Casamento no cemitério

Há quem diga que casar e morrer dá na mesma! A brincadeira é só para anunciar a notícia do casamento coletivo realizado em Viamão, no Rio Grande do Sul.

Dez casais participaram, no final da manhã do sábado (25/05), de um casamento coletivo celebrado em um cemitério em Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

A iniciativa foi de um grupo que administra cemitérios na região e que pretende ampliar a iniciativa. “Esse é um lugar de celebrar a vida”, afirmou para a imprensa uma porta voz do grupo. A cerimônia foi completa, teve benção, troca de alianças,  declarações e sessão de fotos num cenário que poderia muito bem ser de um buffet de festas: jardins, construção envidraçada, flores …

Além do local, também chamou a atenção um dos casais que disse “sim” para a união: Ademir Machado e Dalva Baumgartner desistiram do celibato na vida religiosa. O casal se conheceu 10 anos atrás em um seminário: ele, filósofo, estudava para ser padre, e ela, enfermeira, pretendia ser freira. Ambos desistiram  para viver uma história de amor.

“Nossa relação começou ainda no seminário. Começou com um vínculo de amizade, e foi crescendo. Mais tarde, a gente optou pela saída para viver esse amor”, conta o noivo.

Be the first to comment on "Casamento no cemitério"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*