Vacina devolve “fôlego” no trabalho, afirma agente funerário

Cerca de 20 profissionais da área, vacinados nessa sexta-feira (5), na Companhia de Bombeiros de Cáceres-MT.

A vacina contra covid-19 é o “fôlego” que faltou aos agentes funerários durante todo o ano de 2020. Mesmo quem trabalha com a morte todos os dias, se impressionou com a quantidade de chamados para ir aos necrotérios de hospitais e de corpos que precisavam ser preparados para os rituais fúnebres, quando as famílias tinham o direito de se despedir.

“2020 foi um ano muito triste, foram muitas mortes. Agora, estou feliz porque é uma esperança”. A frase é de Paulo Sérgio Olimpio, que “vive” há 11 anos, na profissão de agente funerário. Toda a experiência necessária à profissão, não o impediu de se comover quando disparou o número de famílias arrasadas durante a pandemia.

A chegada da vacina, para ele, representa ainda a segurança de poder trabalhar sem correr o risco de se contaminar e garantir que a própria família não fique doente.

“Nosso trabalho é ir aos hospitais, pegar o corpo, dar banho e fazer a preparação para velório. Só que o paciente de covid já vem lacrado – em saco plástico especial. Apesar de não termos contato direto com aquele corpo, podemos ter contato com os profissionais do hospital que podem estar transmitindo, ou o ambiente contaminado. Para a gente que trabalha com a morte todos os dias, é importante tomar a dose. É ter segurança para trabalhar, porque meu maior medo é pegar e levar para minha família”, afirma Paulo.

O agente funerário é um dos cerca de 20 profissionais da área vacinados nesse início de fevereiro, na Companhia de Bombeiros de Cáceres. Junto com ele, a colega, Marcia dos Santos, que trabalha na área há mais de 17 anos também comemorada a primeira dose do imunizante.

“Eu estava meio receoso porque não conhecia ninguém que tinha tomado a vacina, estava com medo da reação que ela poderia causar”, afirma o rapaz, que trabalha em funerária há dois anos.

Os trabalhadores vacinados estão entre os profissionais de saúde em Mato Grosso que têm direito às doses nesta primeira etapa de imunização.

De acordo com a Coordenadoria de Vigilância Sanitária ligada a Secretaria Municipal de Saúde as etapas de vacinas seguem cumprindo todas as normas do governo federal.

Fonte: Carceres Notícias

Nota DF- Interessante ressaltar que as vacinas imunizam aqueles que as receberam, mas não impedem que a pessoa transmita a doença, portanto, mesmo vacinados, todos devemos continuar usando máscaras, lavando as mãos com frequência (com água e sabão e /ou alcóol 70%) e evitando aglomerações.

Be the first to comment on "Vacina devolve “fôlego” no trabalho, afirma agente funerário"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*