Coveiro fatura R$ 60 mil no “Topa ou Não Topa”

Renato Diamantino, de 43 anos, sepultador, participou do Programa do SBT

Popularmente conhecido como “Sardinha”, o sepultador arrasou no Programa de Patricia Abravanel, de sábado 14 de dezembro.

Ele contou que trabalha como coveiro, concursado do Serviço Funerário Municipal de São Paulo, há 19 anos e que é um emprego difícil que o levou a uma depressão e ao envolvimento com drogas. Nascido em São Paulo, é casado com a Elisângela e tem um filho de 21 anos.

Hoje em dia, tem muito orgulho da profissão, diferentemente de seu pai, também coveiro, que tinha vergonha.

Sardinha se diz um homem corajoso, não tem medo de entrar em cemitério nem mesmo de madrugada. Não acredita em assombração, mas confessa que existem muitas lendas urbanas que envolvem os cemitérios.

No programa, Renato jogou uma pá de cal sobre o azar e chegou a receber a oferta de R$ 377 mil Reais, que recusou. Na ultima rodada desistiu da sorte e ficou com a proposta da “tesoureira” recebendo R$ 60 mil.

Ele também ganhou o prêmio da Rodada Extra, patrocinado pela Havan, e levou R$ 5 mil em compras.

Fonte: SBT

Be the first to comment on "Coveiro fatura R$ 60 mil no “Topa ou Não Topa”"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*