Mensagem de Pesar ao presidente da ABREDIF

É com tristeza que comunicamos o falecimento da Sra. Antonia Martins Panhozzi, mãe do presidente da ABREDIF e SEFESP, Sr. Lourival Panhozzi.

A Senhora Antonia faleceu na madrugada deste dia 06 de maio, em Botucatu -SP, onde morava. Aos 81 anos de idade, deixa os quatro filhos: Lourival, Luciano, Luiziana e Leandro.

Ela está sendo velada no Complexo Funerário “Orlando Panhozzi”, em Botucatu, e será sepultada as 15 horas de hoje.

Enviamos nossos votos de pesar ao Sr. Lourival Panhozzi e sua família. Que Deus conforte a todos!

Ele sabiamente escreveu:

LUTO.
Antônia Martins Panhozzi. Nossa Mãe. 
Acordei nesta madrugada como quem nasce, com todos os dias que me restam me esperando, envolto no silêncio buscando um apoio (mental) para levantar.
Mesmo antes da informação (absolutamente previsível, natural) de que minha Mãe: Antônia Martins Panhozzi, havia se adiantado de nós, algo já parecia estar faltando. Ninguém morre sozinho. Seus últimos momentos também foram os nossos, em um processo de mudança e transformação. Nos últimos dias nos despimos aos poucos de sua presença. Uma peça de cada vez, dolorosamente.
Não farei do meu luto uma cela, menos ainda uma solitária, minha Mãe e todos que de sua vida participaram com amor, precisarão da mesma medida de luz para transpor este momento tão revelador. Busco a minha agora.
Mudanças são contrates, nascer é lição, morrer é transição. Antes de deitar eu era filho, acordei órfão, em um futuro incerto serei saudade. O que nunca deixamos de ser é vida.
As pessoas costumam perguntar: Morreu do que?. O certo seria perguntar, viveu do que? (sonhos). Viveu como? (aprendiz).
Quero uma vida vivida de amor largado por todos os cantos que passar. Quero minha vida entrelaçada com outras vidas (muitas vidas), para juntos produzirmos uma energia que não se dissipará no tempo nem no espaço, que ganhara força e volume toda vez que mudar de forma, que se aprimorara até concluir o processo de unicidade. Quero morrer de vida.
Somos mais de 7 bilhões de pessoas no mundo, mais tem hora que a falta de apenas uma, é a falta de todos os seres. O coração, até mesmo o mundo, parece que fica vazio. Nos sentimos sozinhos, quebradiços. Mesmo minha fé e convicção não me livra deste sentimento em alguns momentos. Mas uma força vinda não se sabe de onde, nos faz levantar no dia seguinte, é como se quiséssemos mandar um recado para aqueles que de nós se adiantaram: “Vou fazer o que você quer, vou viver para ser feliz”.
Aqui não é o fim Mãe.  Nos reencontraremos.
O que nos faltou aqui (mais tempo juntos) completamos lá. 
Sua benção Mãe.
Obrigado por me colocar nesta vida, pelo amor e pelos irmãos que me deu.
Lembranças a todos nossos antepassados. 
Lourival Panhozzi.

Be the first to comment on "Mensagem de Pesar ao presidente da ABREDIF"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*