Hospital Regional de Campo Grande começa usar contêiner para vítimas da Covid

Referência no atendimento a pacientes com Covid-19 em Mato Grosso do Sul, o Hospital Regional (HR) de Campo Grande, precisou utilizar pela primeira vez no domingo (12/07), um contêiner para armazenar corpos de vítimas do coronavírus que faleceram no hospital.

De acordo com a assessoria do HR, a câmara fria mortuária do hospital, com capacidade para 8 corpos, é utilizada para o armazenamento até que as funerárias consigam fazer a retirada das vítimas. Já o contêiner foi adquirido pelo Hospital ainda no início da pandemia, para servir como um armazenamento extra para corpos de vítimas do novo coronavírus.

Até o último fim de semana, a câmara mortuária estava comportando a capacidade de corpos, com as funerárias retirando as vítimas de Covid-19 em até duas horas. Porém, com a alta de mortes neste sábado e domingo, o contêiner precisou ser acionado pela primeira vez desde o início da pandemia. De acordo com a assessoria do hospital, 4 corpos foram removidos até o local e todos já foram retirados por equipes de funerárias no inicio da terceira semana de julho.

De acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), quatro pessoas morreram com o novo coronavírus na capital de Mato Grosso do Sul no fim de semana do dia 11/07. Desde o início da pandemia, Campo Grande já registrou 4.640 casos e 37 óbitos pela doença.

Fonte: Progresso.com

Be the first to comment on "Hospital Regional de Campo Grande começa usar contêiner para vítimas da Covid"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*