Induzindo ao erro: Gato não é lebre!

Como representante de classe, e principalmente como profissional, prezo pela ética no meu setor e pelas boas práticas comerciais, assim sendo, quando  me deparo com algo que pode induzir qualquer um ao erro, me sinto na obrigação de relatar.

Sempre incentivei o desenvolvimento dos fornecedores e neste sentido, busco adquirir produtos somente de pessoas idôneas.

Recentemente busquei na internet por produtos para tanatopraxia, logo surgiu o nome de uma empresa que me pareceu conhecida: ” Tanatos”.

Quando estava por finalizar o pedido observei que o “ddd” do telefone da empresa era (44), sabendo que a empresa do meu conhecimento era do Estado de São Paulo, não do Paraná, interrompi o pedido e comecei a investigar.

Percebi então que estava sendo induzido a erro: queria comprar da empresa “Tanatus”  e estava comprando da “Tanato”, a semelhança de pronúncia e grafia são gritantes e podem induzir qualquer pessoa a erro.

Fica aqui o alerta. Hoje tá  muito fácil ser levado a erro e acabar comprando gato por lebre. Não estou aqui fazendo qualquer julgamento sobre os produtos ou caráter das empresas citadas,  somente um relato de uma situação vivenciada.

 

Lourival Panhozzi

Diretor Funerário

Presidente da ABREDIF/SEFESP

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Induzindo ao erro: Gato não é lebre!"

Deixe um comentario

.