Grupo Vila recebe prêmio internacional

Esta é a primeira vez que uma funerária do Brasil recebe o prêmio, concedido pela NFDA – National Funeral Directors Association. “A missão do Grupo Vila é valorizar as pessoas. Por isso, o reconhecimento faz com que possamos continuar prestando um atendimento de excelência aos nossos clientes e colaboradores”, afirma o diretor da empresa, Ibsen Vila.

Entre os requisitos que deram ao Morada da Paz o prêmio internacional de excelência, está o cumprimento dos regulamentos nas esferas estadual e federal, as oportunidades de educação e desenvolvimento pessoal e profissional oferecidas aos colaboradores, a existência de programas e recursos excepcionais para famílias desamparadas na região, a manutenção de um nível ativo de envolvimento na comunidade, a participação no mercado aderindo a práticas éticas, além da demonstração de excelência em marketing, publicidade, assessoria de imprensa e relações públicas.

O Grupo Vila comemorou 69 anos de atuação no mercado funerário do Nordeste em setembro, destacando-se cada vez mais pela qualidade e excelência dos serviços prestados. Presente nos estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba, o Grupo emprega mais de mil colaboradores, distribuídos em 11 empresas e 41 unidades, entre cemitérios, crematórios, funerárias e plano de assistência funeral. Dada a sua credibilidade através da excelência oferecida no atendimento às famílias enlutadas e na inovação que sempre foi marca registrada de seus empreendimentos e serviços, o grupo conta com mais de 957 mil vidas cobertas em sua carteira do plano Sempre de Assistência Funeral. A expectativa é de que 1 milhão de pessoas estejam protegidas pelo plano até dezembro de 2017.

Portal  – Um dos diferenciais do Grupo Vila é o moderno Portal de apresentação da empresa. Um dos serviços que mais atrai a atenção dos internautas é o canal dedicado a oferecer apoio e informações sobre o que fazer em caso de morte.

O portal oferece informações e apoio em três guias: a primeira é a Preparação, em que o internauta tem acesso a informações gerais sobre o momento em que ocorre o falecimento e como proceder. A segunda é a Superação, em que é possível encontrar matérias com dicas sobre o processo de luto, produzidas com o apoio de psicólogos especializados. Já a terceira, é a guia Recomeço, mostrando diversas possibilidades para quem ficou e precisa retomar a vida.

Conheça o site: www.oquefazeremcasodemorte.com.br

Inovação na cerimônia de cremação

Inovação, modernidade, acolhimento. Estas são algumas das propostas de tecnologia utilizada de forma inédita no setor funerário nacional e que passou a ser usada em Pernambuco pelo Grupo Vila desde 2 de novembro. O objetivo é tanto aliviar a dor de familiares e amigos durante a despedida como fazer da ocasião, a cerimônia de cremação, um momento repleto de significados. “Mergulhamos na psicologia do luto para trabalhar cada etapa da cerimônia com o cuidado e respeito que uma despedida merece”, explica Ibsen Vila, diretor do Grupo Vila, empresa responsável pela administração do cemitério e crematório Morada da Paz, em Paulista.

A nova cerimônia faz amplo uso do  mapeamento de vídeo, técnica que consiste na projeção de vídeo em objetos ou superfícies irregulares, como fachadas de edifícios, por exemplo. Por meio da tecnologia, objetos de duas ou três dimensões são formados virtualmente no suporte escolhido. A proposta do trabalho desenvolvido para o Morada da Paz, em Paulista, foi de criar imagens que trouxessem reflexões sobre memória e sentimentos, para oferecer mais conforto para as pessoas.

“O recurso audiovisual é bem imersivo e pessoal, gerando toda uma emoção no momento da homenagem”, explica Ernesto Andreghetto,  diretor do projeto junto com o produtor do mapping, Alexandre Ferraz. Ambos são sócios da produtora Forasteiro Produções, de São Paulo. O trabalho tem a duração aproximada de 15 minutos, que podem variar de acordo como desejo da família, e traz imagens gravadas em locais como praias, dunas e portos de Natal (RN) e São Paulo, que remetem a elementos como vida, memória e passagem.

Responsável pelo roteiro da nova cerimônia, Henrique Fontes, diretor artístico da ONG e Espaço Cultural Casa da Ribeira (RN), explica que a ideia principal da cerimônia foi mantida: proporcionar um momento de acolhimento para familiares e amigos no momento da despedida de um ente querido. “O roteiro atual tem um contexto mais abrangente, atendendo a diferentes religiões”, explica Henrique Fontes.

Matéria completa na Diretor Funerário de dezembro 2017

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Grupo Vila recebe prêmio internacional"

Deixe um comentario