Reflexão de um Diretor Funerário

LIÇÃO DA VIDA FUNERÁRIA

Tenho observado e com muito orgulho em vários Grupo do what’s app do nosso seguimento funerário e neles em todas regiões do Brasil, umas mais ricas outras mas pobres e outras onde tudo é difícil!!! Falta QUASE tudo : material , matéria prima, mão de obra, artefatos, estrutura, e até coisas do dia dia nas necessidades pessoais. Mais uma coisa tem me chama muito atenção, A vontade desses profissionais ! a vontade e a garra do povo, onde tudo é difícil , eles se transformam e sobressaem, com uma força divina, com uma garra , com persuasão e vontade de vencer de crescer !
Isso é uma grande lição profissional no nosso seguimento funerário neste nosso grande BRASIL. Não estou apontado para este ou aquele Estado ou região, pois existe até mesmo nos Estados mais ricos regiões desprivilegiada. Mas a lição maior vai para todos aqueles que vivem em uma região onde existe de tudo e vivem reclamando, não faz com amor, executa de qualquer forma um trabalho,um serviço que será o único serviço funerário que prestamos a uma determinada pessoa, não haverá outro para aquela pessoa, não teremos uma segunda chance para reparar.
Porque então não aprender com esta lição vejam a IMAGEM DA COROA ACIMA .

Certamente você criticaria e diria nossa o que é isso,correto!

Pois bem eu acompanhando o dia a dia destas pessoas eu digo OLHA a vontade deste profissional !! Ainda ele diz : FICOU FRAQUINHA PORQUE FALTOU FOLHAGEM e FLORES NA MINHA CIDADE !

Meus amigos olha a visão pra ele o que TEVE faltou foi apenas folhagem e flores !

Certamente Faltou QUASE tudo  Flor folhagem mas, mas foi feita com Amor e e criatividade !Criticar é fácil o duro é ser criativo, sem nada ! Apenas com a vontade a fé e a coragem de vencer !

Como fazer uma ótima refeição somente com farinha! Isso me chamou a atenção e fez eu refletir e tirar o chapéu a esses profissionais.

Nelson Pereira Neto
Diretor Grupo Bom Pastor

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Reflexão de um Diretor Funerário"

Deixe um comentario