SP deve chegar a 3 mil mortos por COVID-19 em 3 de maio

O estado de São Paulo deve chegar a 3 mil mortos pela COVID-19 no dia 3 de maio, afirmou o secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (22).

“Nós estamos hoje em 1.093… devendo chegar, a previsão dessa curva, a três mil óbitos no dia 3 de maio. Nós esperamos, com a eficiência das nossas terapias, manter um nível um pouco abaixo”, disse Germann em entrevista no Palácio dos Bandeirantes, ao lado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Ele afirmou que a quarentena adotada no estado, que será amenizada a partir de 11 de maio com o Plano São Paulo, permitiu um achatamento da curva de novos casos, o que fez com que o Estado se aproximasse de uma situação próxima à da Coreia do Sul, em que o número de infectados dobra a cada semana.

Segundo dados da secretaria, São Paulo tem 15.385 casos confirmados de COVID-19, com 1.093 mortes. Além disso, existem 1.284 pessoas internadas em UTI e 1.341 em enfermaria para se tratarem da doença.

Germann disse ainda que a taxa de ocupação de leitos das unidades de terapia intensiva (UTI) no Estado está em 53,3% e que, na Grande São Paulo, epicentro da epidemia em território paulista, esse índice é de 73,7%.

Fila de exames zerada – Após chegar a ter 17 mil testes para diagnóstico de coronavírus aguardando resultado, o governo estadual anunciou nesta quarta-feira (22) que zerou o estoque de testes pendentes. O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, que coordena a rede de testes, disse que a inserção dos resultados desses exames no sistema do Ministério da Saúde deve impactar no balanço nacional anunciado pela pasta.

“Os testes terminaram ontem à noite, todos, e agora os de ontem estão sendo inseridos no sistema. Isso progressivamente preencherá os dados do Ministério da Saúde com esses novos casos, isso pode ter aí uma influência no número de casos registrados”, disse Covas.

De acordo com o diretor do Butantan, o número de testes realizados no Estado saltou de 11 mil no dia 9 de abril para 35.600 nesta quarta.

“Nós temos o compromisso de gerar esses dados rapidamente, de realizar esses exames rapidamente. Desde a semana passada não demora mais do que 48 horas para a emissão do resultado”, garantiu.

 

Fonte: Reuters

 

Be the first to comment on "SP deve chegar a 3 mil mortos por COVID-19 em 3 de maio"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*