DESCALABROS

A Abredif e o Sefesp são a favor da retirada do poder público da prestação do Serviço Funerário, devendo este ficar apenas no campo da fiscalização, mas também repudia veementemente a ação clandestina de pessoas e empresas, que sob o manto de:

– intermediários,
– atravessadores,
– avisantes,
– papa defuntos físicos e cibernéticos,
– plataformas,
– e até mesmo entidades criadas com propósito desvirtuado e camulflado, vêm atuando, a margem da legalidade, especialmente nas grandes cidades, como funerárias, laboratórios de tanatopraxia e administradoras de planos.

Este caminho, o da marginalidade, não é a solução dos problemas do setor e só garante que, pessoas maliciosas operem no seguimento e progridam financeiramente e rapidamente, uma vez que, ignoram as boas práticas tributárias e legais e conseguem captar um grande número de serviços pois agem em conluio com pessoas, da mesma índole, infiltrados no poder público e cargos de alto nível nas seguradoras.

A situação está tão escandalizada que estes indivíduos perderam até o puder e hoje se apresentam publicamente e se promovem pela mídia, que por não conhecer a realidade do mercado, lhes abre espaço.

Mas não somos os únicos que estão observando estes descalabros, uma hora a casa cai.

 

Lourival Panhozzi

Presidente ABREDIF/SEFESP

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "DESCALABROS"

Deixe um comentario

.