Somos história

Se alguém ainda dúvida da importância da nossa atividade para a história da humanidade, com os rituais funerários, especialmente os relativos a preparação, acondicionamento na urna mortuaria e conservação do corpo, basta ver o quanto as pessoas se dedicam a decifrar os sarcofagos e corpos mumificados da antiguidade, fazem isto porque sabem que muito podem aprender estudando a arte e a história funerária, sim, porque ninguém entrou no sarcófago sozinho, muito menos se mumificou, sempre houve nestes momentos um mestre funerário, ou seja qual for o nome que lhe davam na época. Hoje somos nós que cuidamos dos rituais, somos sucessores de uma dinastia que sabia valorizar e compreender a grandeza da morte e fazer dela um ensinamento para as gerações futuras.
Veja o link abaixo e descubra muito mais
Lourival Panhozzi
Orgulho de ser funerário

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Somos história"

Deixe um comentario

.