Na Vida e Na Morte

O casamento foi do jeitinho que os noivos sonhavam e teve até urna funerária no topo do bolo

Wilian José Andreotti Panico e Samira Ferreira Paccola Panico selaram seu amor em 24 de setembro de 2016, num casamento aguardado, planejado e comemorado por eles e por todos aqueles que lhes são importantes.

Poderia ser mais uma história de amor nessa segunda década do século 21, mas tem um ingrediente inusitado: o noivo, em suas próprias palavras, “tem tradição familiar no segmento. Cresceu vendo a importância desta profissão e hoje segue na administração da empresa comanda pelo pai”, por isso uma boa parte dos enfeites e lembrancinhas da festa tiveram a urna funerária – ou caixão, como se diz popularmente – como destaque.

O boneco dos noivinhos no topo do bolo corou com “chave de ouro” a ideia bem humorada do casal, que colocou no evento tudo aquilo que era importante para eles.

Durante a festa, nos momentos de descontração, o noivo usou uma cartola customizada pela sua mãe e irmãos. No topo do adereço, novamente um caixão, fazendo referencia ao setor funerário.

Wilian é filho de Angelo e Rosangela Pânico, da Funerária Irmãos Panico, de Lençóis Paulista, no interior de São Paulo. A empresa tem mais de 30 anos de tradição e atualmente é co-administrada por Wilian. A família é composta ainda pelos irmãos Virginia e Vinicius, que seguiram outras profissões.

Leia mais na Revista Diretor Funerário de Novembro 2016

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Na Vida e Na Morte"

Deixe um comentario