Corpo de pintor surrealista será exumado para teste de paternidade

O corpo de Salvador Dalí, pintor espanhol conhecido por suas singulares obras surrealistas, será exumado, por ordem de uma juíza de Madrid, para a realização de um teste de paternidade.

O DNA do artista, que morreu em janeiro de 1989 e está enterrado em seu museu na cidade espanhola de Figueres, sua terra natal, é necessário para comprovar se ele é realmente o pai biológico de Abel Pilar, uma vez que, não é possível reconhecer traços semelhantes entre Dalí e a suposta filha.

De acordo com a juíza encarregada do caso, o procedimento de exumação precisa ser realizado porque “não existem vestígios biológicos nem objetos pessoais a partir dos quais se possa realizar o teste no Instituto Nacional de Toxicologia”. Então, ela determinou que um médico forense de Figueres faça a coleta e mande o material para o Instituto.

Se Abel for reconhecida como filha de Dalí, mediante a um outro processo, ela poderá usar seu sobrenome e receber direitos de autoria.

A suposta filha do surrealista nasceu em 1956 também em Figueres e, teria sido fruto de uma relação clandestina de sua mãe com o pintor em Port-Lligat, onde a progenitora trabalhava como empregada. No ano de 1955, ela voltou para a cidade onde morava, se casou e poucos meses depois nasceu Pilar.

A suposta filha ilegítima move processos para o reconhecimento da paternidade desde 2007, contou que sua avó paterna foi a primeira pessoa a lhe falar que era filha de Dalí. “Tenho esperança de que, depois de três testes de DNA, dos quais nunca vi os resultados, desta vez iremos até o fim”, confessou Pilar.

Fonte: El PAÍS

 

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Corpo de pintor surrealista será exumado para teste de paternidade"

Deixe um comentario