Cada doido com sua doideira.

Incrível como tem gente na periferia da atividade funerária se intrometendo, estes não conseguem entender os procedimentos e as práticas funerárias, mas mesmo assim, querem firmar posicionamentos e estabelecer juízo de valor, dizer o que devemos fazer ou como agir, seria cômico, se muitos deles não tivessem o “dom” do aliciamento e convencimento, com estes predicados tem eles, conseguido fazer um desserviço ao setor e causado mais estragos que qualquer outro.

Tá na hora de colocarmos cada um no seu lugar, aqueles que são contratados para nos servir não devem decidir, os que querem fornecer não podem concorrer, os que convidamos para facilitar não precisam complicar.

Quem não comanda é comandado, lutemos por um serviço Funerário de Funerários, onde cada um tem a sua função, e que cada doido fique com a sua propria doideira.

Data original:
Fonte da notícia:

Seja o primeiro a comentar em "Cada doido com sua doideira."

Deixe um comentario